fique por dentro

Saiba como fazer a separação e a destinação correta dos resíduos

Reciclar os resíduos que seriam descartados permite uma redução do volume de lixo que iria ficar parado em aterros, além de economia de água e de energia

Muito daquilo que é descartado por nós cotidianamente e chamado de “lixo” pode ser reaproveitado por meio do processo de reciclagem. Reciclar não é suficiente para resolver o problema dos resíduos, mas é uma etapa essencial na busca pela solução. É um processo que contribui com a economia de água e energia, além de reduzir os custos de matérias-primas industriais e diminuir o volume de resíduos gerados pela exploração de recursos naturais, como na mineração.

Quase 160 mil toneladas de resíduos urbanos são geradas diariamente no Brasil, segundo Pesquisa Nacional de Saneamento Básico de 2008, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística). Pode-se dizer que cada brasileiro gera aproximadamente 1,4 kg de resíduos por dia, dos quais 60% são orgânicos e 40% são materiais recicláveis ou rejeitos sem utilização possível.

Para que o processo da reciclagem aconteça, é necessário, antes de mais nada, separar e destinar os resíduos de maneira adequada. É por isso que, no Dia da Reciclagem (17/5), o Instituto Akatu dá dicas à população de como fazer essa separação e destinação adequada, de forma a incentivar a prática no País.

Leia o texto completo aqui.